Metástases
pulmonares

Metástases pulmonares

Metástases costumam aparecer em uma radiografia de tórax como um ou mais nódulos. São decorrentes de um tumor de outra região do organismo, como, por exemplo: câncer de útero, próstata, cólon, mama, rim, cabeça e pescoço, sarcomas, tireoide, melanomas, entre outros.

O cirurgião torácico Ricardo Lucatto Baida explica que esses cânceres lançam suas células através da corrente sanguínea ou linfática e se implantam no pulmão. “Se não forem tratados, irão aumentar progressivamente e gerar insuficiência respiratória, com risco real de levar à morte”, adverte o médico, que complementa. “No caso de existir a suspeita de metástase na radiografia do tórax, deve-se fazer outra tomografia com contraste que, possivelmente, irá demonstrar outras metástases que não apareceram na radiografia”, ressalta.

Metastase

A maioria dos casos não apresenta sintomas. Dentre aqueles que podem surgir estão falta de ar, dor torácica, tosse e tosse com sangue.

Baida alerta que, como forma de prevenção, deve-se fazer radiografia de tórax ao menos uma vez por ano. “O exame deve ser feito durante cinco anos, em todas as pessoas que tiveram câncer de outras regiões, pois o pulmão é o principal órgão a apresentar metástases”, justifica.

Quanto ao tratamento, de acordo com o médico, muitas vezes o que surtirá melhor resultado é o cirúrgico, desde que a doença primária esteja controlada. “Em casos que respondam bem à quimioterapia ou radioterapia, esses tratamentos podem ser realizados, mas se não houver resultados satisfatórios (desaparecimento ou diminuição das metástases), deve também ser revista a possibilidade do tratamento cirúrgico”, recomenda.

O pós-operatório gira em torno de 2 a 7 dias de internamento hospitalar, e depende de que tipo de procedimento foi executado. “Após esse período, a pessoa pode retornar às suas atividades normais, incluindo as atividades físicas”, garante o especialista.

Baida explica que os resultados do procedimento cirúrgico dependem de que doença primária ocasionou a(s) metástase(s), quanto tempo levou para aparecer (em) após o diagnóstico da doença primária, o número de metástases, e a sua localização. “De maneira geral, as chances de cura são razoáveis e as sequelas são muito leves”, conclui o cirurgião.

Metástase torácica
Metastase

Agende já a sua consulta